Buscando nosso lugar ao sol: Guia de terrazas madrileñas

 

Terraza carioca seria isso...

Agua de coco em Copacabana

Como boa carioca que não dispensava aquele água de coco (chopinho) na beira da praia, nascida e criada naquela terra onde inverno dura 2 semanas com apenas18 graus e o resto do ano tem calor e umidade de sobra para todos, a duas primeiras coisinhas que me brilharam os olhos em Madrid foram: Praças/parques (Ilhas de zona verde em geral), e suas mesinhas ao ar livre que se espalham por toda a cidade quando faz bom tempo. Estou falando das já comentadas aqui ‘Terrazas’.

 

Confesso que me custou um pouco pegar o conceito da coisa pelo nome, já que terraço no Brasil é uma área ao ar livre no topo de algum prédio, (que aqui também pode ser Azotea), mas a única coisa estranha é que a tal da terraza pode estar embaixo, sendo qualquer disposição de mesa ao ar livre, seja nas praças, nos parques, nas calçadas ou nos topos de prédios como hotéis, centros culturais ou shoppings.

Pois bem, dito isto e assumindo minha paixão pelas áreas externas até o último minuto que o frio nos permita ‘deixar as asinhas de fora’, resolvi ir compilando neste post minhas descobertas e terrazas preferidas. Algumas estão nas listas mais descolas de lugares imperdíveis de Madrid, outras nem tanto. Vamos à elas:

1a Terraza preferida: Puertalsol

img_2962

Brinde de copas de vino na terraza do restaurante PostalSol by Chicote

Se trata de um dos muitos restaurantes assinados por Alberto Chicote, famoso chef espanhol e apresentador do programa Master Chef nacional. É considerado um dos pioneiros na chamada ‘cocina fusion’ já que suas cartas mesclam conceitos culinários tradicionais da Espanha com outras técnicas, sejam elas contemporâneas, asiaticas, etc. No caso do PuertalSol, a parte interna do restaurante é bem aconchegante e convidativa, embora normalmente eu sempre abra mão deste aconchego pelo visual, que neste caso é a famosissíssíssima Puerta del Sol, com sua sua plaquinha do marco zero e letreiro igualmente famosíssíssímo do Vinho fortificado (primo do vinho do porto sabe?) de Jerez de la Frontera, Tio Pepe.

 

Puerta del Sol - Madrid

Letreiro do Tio Pepe à esquerda, Torre do relógio do edifício dos correios à direita, e turistas desavisados deste belezura abaixo ao centro

Para chegar, basta subir as escadas rolantes da loja do EL Corte Ingles esportes, que está justo na Plaza de Puerta del Sol bem na esquina com a Calle Preciados, e na rota para quem está seguindo o turismo básico de Madrid que com frequência começa por Puerta del sol x Gran Via (Leia-se letreiro da Schwepps, que você literalmente dará de cara ao subir toda a mesmíssima Calle preciados.

E quanto vale o show clique? Baratinho não é, mas impossível tampouco. Segue fotos da carta abaixo:

Eles tem 2 cardápios: Um de tapas (petiscos) e bebidas, e outro mais completo que inclui as refeições. Eu não acho que compense fazer uma refeição lá por alguns motivos:

  • Se você tem pouco tempo na cidade, você poderá comer melhor e por um preço mais justo em outros restaurantes da cidade enquanto aqui vai acabar pagando pela vista.
  • Vai pagar caro, para comer em uma mesa apertadada, sem muito conforto, e contando com a disponibilidade das garçonetes que ficam enlouquecidas nessa área.
  • Minha dica: se tiver com mais de uma pessoa, ou em quantidade suficiente para tomar mais de uma taça de vinho, compensa pedir uma garrafa e beliscar as tapas que eles dão (Aqui tem tapas grátis, são pequenas mas distraem, só não esqueça de deixar gorjeta porque as moças merecem). Subam já alimentados ou para tomar um apertivo e tirar fotos antes de sentar para fazer uma refeição mais completa.

Dica final: Para nao se perder, segue a ajuda da minha mãe apontando onde ela está. Não tem erro:

Terraza PuertalSol

Entrem nesse prédio amarelo da esquerda, ele é o Corte Ingles Esportes, e aproveite para comprar aquela camisa do Real Madrid que seu sobrinho te pediu 😉

 

2a Terraza preferida: El Jardin Secreto de Salvador Bachiler

Se trata de um dos meus lugares preferidos entre todas categorias de opções madrileñas. Literalmente se trata de um jardim escondido no topo de uma discreta lojinha de coisas lindas (meu pai chamaria de ‘quislindos’, expressão frequentemente usada por mim minha mãe e irmã ao encontrar basicamente itens coloridos desnecessários ao longo dos passeios). Porém, a marca Salvador Bachiller tem de fato coisas lindas. Só não busquem agora para não estragar a surpresa. Depois de ler o post você volta e clica aqui tá? 🙂

 

Jardin Secreto de Salvador Bachiller

Cenário de país das maravilhas

 

A marca Salvador Bachiller vende vários acessórios para o dia a dia, para o lar, viagens etc (ótimos presentes de viagem BTW), e uma rede de 4 gastrobares, que é como eles chamam seus cafés/bistrôs. Eu sou frequentadora da Calle Montera 37, que é onde está o Jardin Secreto no terraço e o Vip Lounge no andar de baixo. Se você estiver na Gran Via, perto da Schwepps, essa rua é a rua do McDonalds, bem na saída do metrô Gran Via lado ímpar. Basta descer essa rua em direção à Puerta del Sol e ir olhando pelo lado direito procurando uma loja com plantas na frente – O número 37. O jardim é um jardim. Muitas flores, muito verde, árvores de frutas e uma trilha sonora ambiente que te envolve nesse clima. Normalmente está à céu aberto, mas se for inverno ou chover, um teto solar se fecha e a calefação é “puesta en marcha” para que você continue disfrutando deste bosque perdido em meio à selva de pedra.

O menu é enxuto, contando com porções para compartir, sanduiches individuais, um menu de Brunch, chás, cafés e batidos sem álcool e sobremesas. Para os adultos, os coquetéis são super originais, servidos de modo muito criativo. O ‘Al agua patos’ por exemplo, é um drinque que vem com flores de violeta de verdade, servido em uma banheira com um patinho de borracha. Você vai

Al agua patos

Al agua patos, drinque criativo

perder tanto tempo fazendo fotos dele e se maravilhando com a criatividade dos detalhes que o gelo vai derreter rs.

 

O que comer? Como 8 entre 9 visitas que recebo levo lá, sempre costumo pedir a tábua de queijos que é super bem servida e vem com queijos maravilhosos como de cabra, machego, gorgonzola entre uvas, passas, nozes e uma cebola caramelizada de comer de olhos fechados. Já pedi também a tábua de queijo e jamón, mas honestamente não compensa. Eles tiram os melhores queijos e a quantidade de jamón não justifica o queijo que é tirado. Refeição nunca fiz, pois esse programa cai bem em uma programação de café da manhã ou dar uma tapeada na fome no meio do dia e jantar em um lugar mais bacana.

O que beber: qualquer coisa, pois o que importa é ter um pretexto para ficar nessa atmosfera o maior tempo possível:

 

img_8095

Chá da tarde no Jardim Secreto

Se quiser vinho, tem taça ou garrafa. Aqui vale a mesma dica da terraza anterior. Se com sua companhia rolar mais de 2 taças por pessoa, compensa pedir uma garrafa.

 

Se for dos cafés e chás, vista a Alice que existe dentro de você, imagine-se no país das maravilhas e delicie-se visualmente com o bule, o jogo de xícaras, e com as infusões, claro.

 

img_8096

Iogurte com Arándanos

 

Por fim, se quiser um batido, tem cada um mais maravilhoso que o outro como esse de iogurte com mirtilo (arándanos).

Quanto vale o show a foto? O lugar pede uma consumação mínima de 9 euros por pessoa, e você pode ver a carta completa clicando aqui.

Dica extra 1: TODOS utensílios usados no serviço estão à venda na loja. Eu tenho no topo da minha wishlist estas xícaras aqui, bem como o jogo de colherzinhas combinando. Só não comprei nenhuma ainda pela dificuldade de decidir por qual(is) cores. Como disse, acho tudo que vende nessa loja muito presenteável, e muito mais bacana que imãs e leques de flamenca.

Dica extra 2: às quintas no El Invernadero que fica na Calle Gran Via 65, e às sextas no Vip Lounge (andar abaixo do Jardin Secreto na Calle Montera), a partir das 22h tem pocket shows ao vivo de graça (consumação mínima). Normalmente não precisa reservar, e a regra dos 9 euros por pessoa segue como critério. No set list tem jazz, rock, blues e até bossa nova já vi rolar.

Comming Soon:

  • Tartan roof no Círculo de Bellas Artes
  • La Mucca del Carmen
  • La Divina de Castellana
  • Arzabal Museo Reina Sofia
  • Florida – Retiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.