Espanhol para não preguiçosos: 8 formas não tradicionais para desenvolver sua fluência em idiomas

Vocês devem ter notado que o contexto dos meus posts giram em torno de: Amar, adorar, idolatrar Madrid; OU Dicas e reflexões de marketing disfarçados (ou não) de temas pessoais ou turísticos; OU Dicas de como eu desenvolvi meu espanhol sem investir tubos em cursos de idiomas.

Este post fala desta última opção. Vamos listar tudo que você pode fazer para estudar quase sem sair de casa, quase sem gastar seus dinheiros e se despedir da “la garantia soy yo” e se livrar do Portunhol.

¿Listos? ¡Empezamos!

  1. Se você está na Espanha ou em algum outro país nativo da língua que você estuda: Procure instituições que ensinem o idioma para Estrangeiros. Aqui neste post dou dicas para estudar espanhol em Madrid de graça, mas várias outras cidades e países tem Ongs, iniciativas governamentais e talvez até privadas que dão aulas gratuitas. Busque exaustivamente no Google porque tem!
  2. Se está no Brasil: Procure cursos online gratuitos. Lembro que quando cheguei aqui  na Espanha comecei a fazer esse aqui  da Universidade Federal do Vale do São Francisco, que me ajudou bastante. Se seu caso não é o Espanhol, nesse artigo da Exame tem mais dicas de outros cursos de idiomas também online e gratuitos.
  3. Leia o idioma: Invista em livros traduzidos para o Espanhol ou em literatura original. Em um primeiro momento, evite obras clássicas, como Dom Quixote por exemplo para evitar vocabulários rebuscados que só vão atrasar seu avanço no idioma. O google está cheio de opções, e em uma busca rápida cheguei nestes links aqui: Lectulandia  e na plataforma WattPad. Mas tanto a Google Store, quanto o iTunes tem várias opções de livros para você baixar direto no seu dispositivo móvel. Mas não se limite a livros… Existem vários canais de notícias, blogs e páginas ótimas para seguir no Twitter, Facebook etc, é só dar uma procuradinha. Aqui deixo uns dos meus favoritos:
      1. Notícias: El País; 20 Min Es; La Vanguardia; El Español
      2. Idioma: Blog de Lengua; Ortografia infinta;
      3. Mulherzinha: Mr Wonderfull; Escritos
      4. Viagem: Conde Nast Traveler España; Time Out Madrid e todas as varições Time Out.
      5. Cultura Inútil: PlaygroundMag;  Cultura Coletiva; El HuffPost;
      6. Humor: Puterfull
  4. Escute o idioma: Um exercício que eu sempre amei fazer é ouvir uma música que eu goste muito, e ir pausando tentando transcrevê-la. A tarefa tem graus de dificuldade de acordo com a música e o artista que você escolher. Depois de transcrever, tente traduzi-la. Você verá como vai avançar em vocabulário. Neste post aqui fiz uma lista de músicas com vários temas hipánicos que podem te ajudar a praticar.
  5. Assista o idioma: Filmes não dublados e legendados na língua original são ótimos exercícios para desenvolver audição e escrita. Lendo as palavras que são ditas, você cria memória visual e avança muito. Aqui também tem listinha de ótimos títulos Espanhóis.
  6. Ative a tecla SAP de tudo que você puder: Quero dizer, hoje em dia a maioria dos nossos aparelhos eletrônicos nos permitem escolher o idioma. Pois faça isso agora. Troque o idioma do seu celular, do seu tablet, do seu Facebook, e comece a aprender palavrinhas úteis do dia-a-dia intuitivamente.
  7. Apps! Apps everywhere: Continue usando a tecnologia a seu favor e instale aplicativos. As opções são muitas… Começando pelo clássico Duolingo, plataforma ilustrativa, simples, intuitiva e ótima para começar a engatinhar em qualquer idioma. E o melhor, é de graça. Se você está estudando Inglês, o “Quiz your English” da Universidade de Cambridge é outra opção muito legal. Em forma de joguinho, você duela com outro usuário e vai juntando pontos. E para seguir cantando e aprendendo, o site de letras de música Vagalume criou a ferramenta “Vagalume aprenda” também em forma de joguinho e com várias opções de idiomas.
  8. Falando em apps… Love is in the apps: Abra seu coração para os aplicativos de relacionamento. Neste post aqui exploramos os prós e prós de quebrar a barreira da vergonha e do preconceito para avançar sua fluência com a ajuda do Tinder e adjacências.

E depois disso tudo, teste se você avançou no idioma com esta provinha de conhecimentos no idioma extremamente séria do instituto BuzzFeed Brasil

3 comentários sobre “Espanhol para não preguiçosos: 8 formas não tradicionais para desenvolver sua fluência em idiomas

    • Brasilenha disse:

      Oi Fernanda, Obrigada pelo comentário! Não sei se você é de Instagram também, mas por lá (@brasilenha_) acabo dando dicas mais rápidas também 😉 e claro, ¡Bienvenida a Madrid!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.