Madrid para jovens maduros: Onde a melhor idade pode curtir a Night madrileña

Se tem uma coisa na vida que eu morro de orgulho, é da minha mãe. Ela é jovem de alma, de espírito e de vida. Não que sejamos aquela mãe e filha que parecem irmãs, mas do auge dos seus 59 anos, ela que tem 2 filhas adultas bem criadas e bem vividas (modéstia a parte), já é viúva, já perdeu os dois pais, atravessa hoje a síndrome do ninho vazio, mas nunca deixou de viver as coisas boas da vida. Tem suas amigas, tem as minhas amigas, sai para o seu chopinho, vai ao cinema, praia e para o que mais pintar. Sempre tem energia.

Mas, o que eu sempre lamentei no Rio era o fato de não ter opções noturnas para pessoas como a minha mãe. Adultos maduros, com todas as metas de vida cumpridas (às vezes até ultrapassadas como os casos dos já solteiros), com filhos, netos, vida profissional realizada, pressão controlada, academia em dia, círculo de amizades… (tudo que um jovem tem, com exceção dos filhos criados e carreira estabilizada), mas sem um lugar para voltar a ser jovem na atitude, e exercitar a juventude mental que ainda guardam.

E eu sempre me perguntava: Porque não há opções noturnas para os cinquentões aqui? Pois é…

Pulamos o raciocínio e aterrissamos em Madrid, Dezembro de 2016. Eu, carioca curiosa fui convidada por um grupo de amigos que fiz no famoso ‘bico’ (post em breve sobre isso), a conhecer um ‘bar de drinks’ que eles costumavam ir havia muito tempo, mas que com a correria da vida deixaram de frequentar. Sobre grupo de amigos, leia-se: Coroas homens e mulheres na faixa dos 50/60 anos espanhóis. Pois bem, uma coisa que aprendi aqui é que não se nega uma invitación a um Gin Tonic. Outra coisa que aprendi e falei um pouco sobre neste post aqui, é sobre a qualidade de vida ao envelhecer da população aqui. Acredito que pela falta de pressão econômica tal qual sofremos no terceiro mundo… Mas enfim. Aceitei o convite deles e fui. E que bom que eu fui…

O lugar  humildemente chamado por eles de “um bar de drinks que adorávamos ir”, simplesmente é uma boate com uns 4 ambientes, incluindo um subsolo meio lounge parecendo uma sala de visitas de uma casa aristocrática. A música? O que houver de hit, sem faltar Maluma, Shakira, Enrique Iglesias, e lá pelas tantas Barry White, Earth Wind and Fire e clásssssicos das pistas espanholas que eu nunca ouvi mais alto, mas dancei mesmo assim. A decoração não é assim tão moderna, mas tampouco se sente qualquer tipo de decadência no ambiente. Muito pelo contrário!

Tudo isso para quem? A mais alta juventude madura da Capital da Espanha… Nota-se senhoras e senhores bem vestidos, animados, bailantes e prontos para o ‘ligue’ ou flerte na língua local. Eu do alto dos meus 33 anos me deslumbrei. Pensei na hora: Minha mãe precisa de um lugar assim! Ali se vê como os 50 são os novos 40, e os 40 os novos 30. Ali se respira juventude. É bonito de ver.

Só digo uma coisa baseada no que vi: Não julguem o ambiente pelo site nem pela publicidade do Facebook. Obviamente eles não querem ser vistos como um lugar de idosos (O que de fato não são). Também não tem nada dessa coisa meio Scala com mulatas, isso deve ter sido um evento pontual pois nas 3 vezes que fui não tinha nada disso (Sim, eu gostei mesmo, voltei e ainda levei amigos que vieram me visitar aqui).

Moral da história: Brasileiros maduros que estejam por Madrid, e queiram sentir tudo que a capital europeia que nunca dorme tem para oferecer na night, a dica é: Não deixem de visitar a boate Gayarre. Ela fica no Passeo de la Castellana, zona nobre, muito central e parte de negócios da cidade. Para quem estiver hospedado no centro, um taxi/uber não sairá nada caro. As entradas costumam ter um drink de consumação, e os valores variam de acordo com o dia pois se esqueci de citar, a verdade é que tem festa TODOS OS DIAS DA SEMANA exceto domingos. E só para situar, eu nunca paguei mais de 20€ para entrar.

Mas não se esqueçam: A noite de Madrid só começa por volta da 12:30, 1am. O melhor programa é jantar por volta das 22h, tomar um drinque para fazer o “esquenta” e partir para lá. Depois me contem se pareceu que você tinha 20 anos de novo 😉

Spot: Gayarre

Onde: Passeo de La Castellana, 118

Como chegar: Taxi, Uber ou Metro estação Nuevos Ministérios.

Quando ir: Sempre que estiver por Madrid, mas vale consultar funcionamento em feriados e datas festivas

Horário de funcionamento: Todos os dias da semana exceto domingos partir das 20h

Preço: Entrada depende do dia, mas sempre tem consumação de uma bebida. Um drink custa mais ou menos 10€ e cerveja por volta de 6€.

Site: http://gayarrecopas.com/

Redes Sociais: Facebook

O quanto indicamos: MUITO, principalmente para pessoas acima dos 45 anos ou jovens que gostam de se relacionar (paquerar) pessoas mais velhas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.